Publicidade

Como ter um bom controle de bola no futebol





Há três pontos importantes para bom controle de bola.
  1. O primeiro toque controla a bola e não lhes dá a chance de retomar a posse de bola.
  2. Jogue a bola em um espaço que permita o próximo toque.
  3. Permita que o movimento do jogo comece ou continue obtendo ou mantendo a oportunidade.
Um primeiro toque ruim arrisca perder o tempo da bola e aumenta a possibilidade de perder a posse de bola. Alguns jogadores cometem o erro de matar a bola totalmente e não se concentram em colocá-la nos seus pés. O primeiro toque é feito para garantir que um segundo toque, que pode ser uma perda de tempo, não seja necessário para pegar a bola e colocá-la onde desejado. A técnica geral de controle de bola requer diversas habilidades básicas que podem ser adquiridas com os treinos corretos.
 
 
  • O controle envolve uma superfície mais rígida em que o jogador tenta forçar a bola no espaço para que ele possa se mover para o local.
  • Um controle de amortecimento envolve a retirada da força da bola. Isto envolve empurrar a superfície quando a bola fizer contato. O corpo se torna elástico e a bola cai aos pés do jogador. Esta técnica é muito útil para marcação cerrada. Por exemplo, se um centroavante recebe a bola em seu peito e então vai para o gol.
O controle também requer boas habilidades mentais, como confiança e concentração. Um jogador completo é aquele que é calmo, relaxado e executa seus movimentos com tranquilidade. A confiança é muito importante aqui porque o atletas que sabem o que podem fazer e são confiantes têm mais probabilidade de ter uma boa técnica e ser bem-sucedidos. Aqueles que não têm confiança serão indecisos e sua técnica será prejudicada.
 
Ao treinar, os jogadores podem exagerar os movimentos para sentirem qual é a técnica correta. Jogadores mais jovens podem aprender com o técnico, que pode demonstrar a técnica, dividi-la e praticar os elementos individuais e depois toda a técnica. Depois que a técnica básica estiver dominada, o técnico avança para técnicas e treinos mais avançados. Estas técnicas e habilidades se concentram em melhorar o controle em situações de pressão (por exemplo, quando jogadores da defesa partem do lado, da frente, de trás), controle em movimentação, controle envolvendo lançe imediato e controle da bola para um colega da equipe. A bola é recebida constantemente de todos os ângulos, velocidades, alturas e superfícies.
 
 
 
Problema No. 1 — A leitura da trajetória da bola foi equivocada e o jogador perdeu o passe.
 
Procedimento corretivo
Treino repetido usando passes de diferentes distâncias com intensidade variada. O técnico deve encorajar o jogador a manter os olhos na bola em todos os momentos e o corpo alinhado.
 
 
Problema No. 2 — O jogador está indeciso ao escolher a superfície do corpo.
 
Procedimento corretivo
O jogador grita o nome da parte do corpo que ele usará. O servidor fornece o passe e vice-versa até que o jogador tenha o sentimento correto para a escolha da técnica.
 
 
Problema No. 3 — O jogador não tira a bola dos pés e precisa de um segundo toque.
 
Procedimento corretivo
Incentive o jogador a relaxar e exagerar o movimento. Treinos repetidos usando passes de diferentes distâncias com intensidade variada.
 
 
Problema No. 4 — A bola quica e o jogador perde o controle.
 
Procedimento corretivo
Incentive o jogador a exagerar o movimento, especialmente a fase de relaxamento, primeiro sem a bola e então com um serviço mais lento, aumentando a intensidade para aumentar a dificuldade do serviço. Tente utilizar bolas menores ou mais leves.
 
Conforme mencionado anteriormente, um controle excelente de bola é uma parte essencial de um futebol bem-sucedido. Como todas as outras técnicas, a prática leva à perfeição, e se espera que os itens mencionados acima não só incentivem o ensino e a aprendizagem, mas também forneçam informações sobre como analisar e melhorar a técnica de controle de bola.


Comente:

Nenhum comentário