A regra do penalti no Futebol








Será concedido um tiro penal contra a equipe que cometer uma das dez faltas que levam a um tiro direto, dentro de sua própria área penal enquanto a bola está em jogo. Um gol poderá ser marcado diretamente de um tiro penal. Será concedido tempo adicional para poder executar um tiro penal ao final de cada tempo ou ao final dos períodos suplementares.
Posição da bola e dos jogadores:
A bola:
será colocada no ponto penal.
O executor do tiro penal:
deverá ser devidamente identificado.
O goleiro defensor:
deverá permanecer sobre sua própria linha de meta, frente ao executor do tiro penal, entre os postes de meta até que a bola esteja em jogo.
Os jogadores, exceto o executor do tiro, estarão colocados:
no campo de jogo; fora da área penal; atrás do ponto penal; a um mínimo de 9,15m do ponto penal.
O árbitro:
não dará o sinal para execução do tiro penal até que todos os jogadores se encontrem colocados em uma posição conforme a Regra; decidirá quando se tenha consumado um tiro penal.
Procedimento:
o executor do tiro penal chutará a bola para frente; não poderá voltar a jogar a bola até que esta não tenha tocado a outro jogador; a bola está em jogo no momento em que for chutada e se por em movimento.
Quando se executa um tiro penal durante o curso normal de uma partida ou quando o período de jogo tiver sido prorrogado no primeiro tempo ou ao final do tempo regulamentar com objetivo de lançar ou voltar a lançar um tiro penal,
se concederá um gol se, antes de passar entre os postes e abaixo do travessão: a bola tocar um ou ambos os postes, ou o travessão ou o goleiro.
Contravenções/Sanções:
Se o árbitro dá o sinal de executar o tiro penal e, antes que a bola esteja em jogo, ocorre uma das seguintes situações:
O executor do tiro infringe as regras de jogo:
o árbitro permitirá que continue a jogada; se a bola entra na meta, se repetirá o tiro; se a bola não entra na meta, não se repetirá o tiro.
O goleiro infringe as Regras de jogo:
o árbitro permitirá que continue a jogada; se a bola entra na meta, se concederá um gol; se a bola não entra na meta, se repetirá o tiro.
Um companheiro do executor do tiro penetra na área penal ou se coloca diante do ponto penal ou a menos de 9,15m do mesmo:
o árbitro permitirá que continue a jogada; se a bola entra na meta, se repetirá o tiro; se a bola não entra na meta, não se repetirá o tiro; se a bola rebota no goleiro, no travessão ou em um poste de meta e é tocada por este jogador, o árbitro interromperá a partida e a reiniciará com o tiro livre indireto a favor da equipe defensora.
Um companheiro do goleiro penetra na área penal ou se coloca diante do ponto penal ou a menos de 9,15m:
o árbitro permitirá que continue a jogada; se a bola entra na meta, se concederá um gol; se a bola não entra na meta, se repetirá o tiro.
Um jogador da equipe defensora e um da equipe atacante infringem as Regras do jogo:
tiro será repetido. Se depois de que se tenha lançado um tiro penal: O executor do tiro toca pela segunda vez a bola (exceto com suas mãos), antes que esta tenha tocado a outro jogador: será concedido tiro livre indireto à equipe contrária desde o lugar onde se cometeu a falta.
Se o executor tocar intencionalmente a bola com as mãos antes que ela tenha tocado a outro jogador:
será concedido um tiro livre direto à equipe contrária desde o lugar onde se cometeu a falta.
A bola toca qualquer outro objeto no momento em que se move para frente:
o tiro será repetido.
A bola rebota ao campo de jogo do goleiro, do travessão uso dos postes, e toca logo depois em qualquer outro objeto:
o árbitro interromperá o jogo; o jogo se reiniciará com a bola ao chão desde o lugar onde tocou o objeto.


Comente:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.